65. El Eternauta: as leituras de um clássico dos quadrinhos na atualidade / Sebastian Gago

Resumo

Este artigo se propõe a estudar a recepção da obra do quadrinhista Héctor Germán Oesterheld. O seu título El Eternauta, é considerado hoje em dia um clássico da literatura argentina.  Construímos uma abordagem teórica e metodológica qualitativa do consumo de quadrinhos, que nos permite estudar a leitura em relação a uma série de condições de produção de sentido: a trajetória de consagração da obra e do autor, o momento histórico do consumo, e as biografias leitoras dos indivíduos. Nossa principal conclusão indica que a mudança parcial de posição de Oesterheld dentro do campo dos quadrinhos da Argentina – de roteirista da indústria editorial, passou a ser valorado como um intelectual desaparecido –, deixa sua marca nas leituras atuais da sua obra em direção a uma maior carga de níveis políticos de interpretação.

 

Este trabajo, síntesis de la tesis doctoral de Sebastian Gago, fue publicado originalmente en lengua portuguesa en História, Histórias, revista del Programa de Posgrado en Historia de la Universidade de Brasília (volumen 4, num. 7, 2016).  El texto integró el Dossier “Quadrinhos em perspectiva histórica: temas e abordagens”,  organizado por el Dr. Ivan Lima Gomes (Universidade Estadual de Goiás).

Acceso al artículo completo a través de aquí o directamente aquí.

 

 

 

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

w

Conectando a %s